Bailarias com as aves? – Marcelo Dias

_DSC0318Há dias assisti a uma dança nas dunas da Praia de Faro digna de se ver! Uma rapariga, por sinal bem conhecida do grupo de danças do mundo Sul, parecia encenar uma nova coreografia. Uma vezes correndo e saltitando para a esquerda, outras para a direita, enquanto agitava os braços acima da cabeça fazendo lembrar vagamente o Yossel Yossel. Estava longe mas podia ver duas pequenas aves por cima dela, seguindo-a e acompanhando-lhe os movimentos de perto.

Finalmente vi que também se lançavam sobre ela em vôo picado e que ela acabou por fugir dali o mais depressa que pôde!

O que parecia ser uma dança, era afinal um casal de Andorinhas-do-mar-anãs a afugentá-la da área onde tinham os seus ovos. Chegam de África para nidificar em terras algarvias, infelizmente cada vez em menor número. É uma espécie com estatuto vulnerável em Portugal.

Vamos tentar ver esta e outras espécies num passeio ao longo da Ria Formosa.

P.S. Não caminhem pelas dunas pois os pequenos ovos desta e de outras espécies são difíceis de ver e confundem-se com a areia.

Esta actividade é limitada a 15 participantes com inscrição obrigatória na recepção do festival.